Você tem o hábito de fazer várias coisas ao mesmo tempo? Então, tem que ler isso.

Quantas vezes você já se viu na correria, caminhando a passos rápidos para uma reunião importante, mastigando algo que você pegou para comer no caminho, ao mesmo tempo em que responde o e-mail do chefe? Não é difícil de imaginar essa cena ou outras parecidas e, tenho certeza de que se você já não se viu em uma situação como essa, deve conviver com pessoas multitarefas em seu dia a dia.  

Fazer “malabarismo” com as atividades, seja na vida profissional ou pessoal, tornou-se praticamente uma habilidade valorizada em currículo e estimulada. Nos desdobramos em projetos e compromissos com a meta de sermos uma máquina de produtividade e, no fim do dia… A sensação de que nada foi concluído!

Em algum grau, todos nós acabamos fazendo isso, pois, quando não conseguimos nos concentrar direito, dividimos a nossa atenção para várias coisas menores simultaneamente. É difícil evitar, principalmente quando temos tantas distrações ao nosso redor.

Porém, ao mudarmos o contexto das tarefas geramos um “esforço” maior para o nosso cérebro, que não consegue processar o raciocínio na mesma velocidade. É preciso resgatar na memória as informações da outra atividade e recomeçar o pensamento. Assim, levamos comprovadamente o DOBRO de tempo ao executarmos tarefas simultâneas do que se fizéssemos uma por vez, em sequência.

Esse esforço do cérebro para se concentrar em várias atividades ao mesmo tempo também libera o hormônio cortisol, o hormônio do stress, gerando ainda mais ansiedade. Há até mesmo pesquisas científicas demonstrando que o QI médio das pessoas diminui quando em ambientes de distração.

Tomar consciência de que querer “abraçar o mundo” não só nos deixa mais estressados, como também menos produtivos, é um passo importante para repensar como utilizamos o nosso tempo com a família, trabalho, projetos pessoais, etc. Cada um deve encontrar a melhor forma de organização que traga mais benefícios e menos desperdício de energia.  

Precisamos deixar o modo multitarefa para passarmos ao MONOtarefa. Nem sempre é fácil, pois nos acostumamos a um determinado padrão de pensamento e ação. Para rompê-lo, precisamos de ferramentas eficazes.

No meu caso, foi a prática de Yoga e Meditação. As técnicas, aos poucos, foram introduzindo em mim a importância de estar consciente do que estava fazendo no momento. No início foi um desafio, mas comecei a perceber melhor a agitação da minha mente e, embora fosse difícil fazer com que diminuísse, o fato de realizar pequenas pausas no dia para isso me proporcionou mais energia para produzir melhor – com menos desgaste.

Se você quiser conhecer melhor os benefícios do Yoga e da Meditação, te convido a baixar gratuitamente o e-book: “Mais Equilíbrio, Menos Stress”, que ensina algumas das melhores técnicas de Yoga para se fazer em casa. Eu tenho certeza de que as dicas podem ajudar você a diminuir o stress da rotina e se concentrar melhor nas suas atividades. Vamos começar?

Business image created by Nensuria – Freepik.com

Ebook de Yoga Grátis

2018-10-02T16:24:37+00:00

Deixar Um Comentário