As cobranças que fazemos a nós mesmos

Há pouco tempo, uma pessoa me disse que estava considerando fazer uma pausa nas suas práticas de Yoga pois, não apenas estava com dificuldades em comparecer com a frequência que gostaria, mas também achava que seu “rendimento” nas aulas não era o mesmo no momento de stress que estava enfrentando, com pós-graduação, trabalho, afazeres de casa, trânsito, etc.

Sem o propósito de julgar seus motivos, nem o de qualquer outra pessoa, até mesmo porque minha rotina também é atribulada, sugeri que ela tentasse praticar ao menos uma hora na semana, com a certeza de que o Yoga poderia lhe proporcionar um pouco mais de equilíbrio para gerenciar tantos compromissos e evitar que ficasse ainda mais estressada.

Em um cenário ideal, o melhor seria se todos nós estivéssemos com a mente tranquila, sem tantos afazeres, e pudéssemos nos dedicar o tempo que quiséssemos às atividades que mais gostamos. Entretanto, a realidade normalmente não se apresenta assim. E é justamente por termos que fazer coisas que nos obrigamos, que as outras se tornam muito mais prazerosas.

E o momento em que você mais tem chance de evoluir em sua prática de Yoga, e em qualquer outra situação em sua vida, é quando os obstáculos surgem. Nossa força de vontade é colocada à prova e precisamos desenvolver aceitação e entrega ao momento que estamos vivendo para, enfim, superá-lo. Às vezes, temos que abrir mão de cobranças que fazemos a nós mesmos de “desempenho”, “performance”, para perceber que a essência da prática não está em ser “bom sempre”, mas sim, na atitude de não desistir, mesmo nas dificuldades. E essa persistência vai fazer com que você cresça cada vez mais.

E você, como lida com a cobrança que faz de si mesmo?

Ebook de Yoga Grátis
2018-10-24T20:13:06+00:00

Deixar Um Comentário